Dragagem do porto de Maputo, Moçambique, permite navios até 80 mil toneladas

19 May 2014

A profundidade do canal de acesso ao porto de Maputo vai passar de 11 para 14 metros, com o início em Julho próximo das operações de dragagem, o que permitirá a recepção de navios de maior calado, anunciou em Maputo o ministro dos Transportes e Comunicações.

Gabriel Muthisse disse que o governo encara com satisfação o início das operações de dragagem, uma vez que o aumento de profundidade do canal fará com que o porto atinja um nível de competitividade superior ao passar a ter capacidade para receber navios até 80 mil toneladas.

“Deste modo, o porto de Maputo tornar-se-á ainda mais competitivo face a outros portos da região, uma vez que os navios poderão estabelecer uma rota diversa entre Maputo e grandes centros de carga”, referiu o ministro, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.

No decurso da VI Conferência Anual do Porto de Maputo, o ministro dos Transportes e Comunicações salientou que, de todos os intervenientes da complexa cadeia logística de transporte de carga, a componente ferroviária é aquela que maior impacto directo tem na expansão sustentável de um porto como o de Maputo.

“Não é sustentável para nenhuma economia, mesmo para as mais robustas, que grandes volumes de carga, nomeadamente minérios, sejam transportados por via rodoviária, dado que congestionam as estradas, por um lado e contribuem decisivamente para a sua degradação”, defendeu Muthisse.

Aliás, a questão da passagem da carga transportada por via rodoviária, sobretudo minérios, para a via ferroviária, também mereceu a  atenção de Siyabonga Gama, executivo da Transnet Freight & Rail da África do Sul, para quem há necessidade de haver uma união de esforços para capitalizar as potencialidades que a região apresenta. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH