Itália quer continuar a apoiar PME de Moçambique

20 May 2014

A Itália pretende continuar a apoiar o desenvolvimento de Moçambique através de um modelo que permita que as pequenas e médias empresas se unam e invistam no sector da agricultura, garantiu segunda-feira em Maputo o vice-ministro do Desenvolvimento Económico de Itália.

O ministro Carlo Calenda disse ainda o modelo poderá ser executado por um grupo italiano de associações de cooperativas que, além de impulsionar o desenvolvimento, permitirá transmitir conhecimentos aos agricultores nacionais.

De acordo com a agência noticiosa AIM, o ministro italiano está a efectuar uma visita de dois dias a Moçambique, tendo-se já reunido com o ministro moçambicano da Indústria e Comércio, Armando Inroga, entre outros responsáveis.

“Queremos trazer estas cooperativas para que venham operar no sector de agricultura, indo o modelo ser agora analisado a fim de se perceber se tem possibilidade de ser aplicado em Moçambique”, sublinhou Calenda, que lidera uma delegação empresarial do seu pais.

Falando sobre o relacionamento bilateral, Calenda disse que as trocas comerciais cresceram 28% nos últimos anos, “mas estamos a falar de menos de 500 milhões de euros, montante que pode vir a duplicar nos próximos anos.”

A delegação italiana integra 195 pessoas, incluindo membros do governo e homens de negócios ligados a várias áreas de actividade empresarial. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH