Operador de telefonia móvel Unitel de Angola entra em funcionamento em São Tomé e Príncipe

21 May 2014

A Unitel-STP, subsidiária da operadora angolana de telefonia móvel Unitel entrará sexta-feira, dia 23, em funcionamento em São Tomé e Príncipe, anunciou terça-feira o ministro são-tomense das Telecomunicações, Fernando Maquengo.

Em nota enviada terça-feira à macauhub em São Tomé e Príncipe, a empresa informa que a inauguração oficial decorrerá num centro de comutação instalado na localidade do Bairro Militar, nas imediações da cidade de São Tomé, no decurso da qual o Presidente são-tomense, Manuel Pinto da Costa, efectuará a primeira chamada internacional, após o que será o serviço aberto ao público.

A Unitel-STP é uma subsidiária da Unitel Internacional Holding, da empresária angolana, Isabel dos Santos, que obteve em Março passado a segunda licença para operar uma rede de telefonia móvel em São Tomé e Príncipe tendo para o efeito pago uma taxa de funcionamento no valor de 7,5 milhões de dólares.

No âmbito de instalação no arquipélago são-tomense, a Unitel-STP procedeu ainda à formação de quatro dezenas de pessoas, incluindo alguns engenheiros são-tomenses, indo divulgar dentro de duas o valor total do investimento para a concretização deste projecto em São Tomé e Príncipe.

A instalação da Unitel em São Tomé resulta da liberalização, há dois anos, dos serviços de telecomunicações no arquipélago, que até então funcionavam em regime de monopólio da Portugal Telecom, através da Companhia Santomense de Telecomunicações, CST.

Depois da Sonangol de Angola, que detém o monopólio da comercialização dos combustíveis em São Tomé e Príncipe, a Unitel de Isabel dos Santos surge como o segundo investimento angolano no arquipélago, com garantia de vários postos de trabalho e perspectiva de intervenção em várias áreas sociais, nomeadamente, desporto, cultura e meio ambiente. (macauhub/AO/ST)

MACAUHUB FRENCH