Província de Sofala, Moçambique, atrai investimentos para a produção de cimento

23 May 2014

O grande crescimento da produção de cimento na província de Sofala, em Moçambique, iniciou-se em 2013 com a construção de um novo moinho e de uma ensacadora na Cimentos de Moçambique, no Dondo, de acordo com a Direcção Provincial da Indústria e Comércio.

Em resultado desse investimento, no montante de 18 milhões de dólares, a produção de cimento naquela fábrica aumentou de 240 mil toneladas para 740 mil toneladas por ano, já que o novo moinho tem capacidade para cerca de 500 mil toneladas.

Ainda no Dondo, investidores dos Emirados Árabes Unidos alcançaram este ano, através da indústria Austral Cimentos, uma produção inicial efectiva de 500 mil toneladas, com um investimento de cerca de 14 milhões de dólares.

Está igualmente em concretização um projecto da Star Cement, que prevê, a partir de Julho, arrancar com uma produção efectiva de 450 mil toneladas de cimento por ano, num investimento de 22,5 milhões de dólares.

Já na Beira investidores suíços estão a aplicar 17,5 milhões de dólares na instalação da fábrica Cimentos da Beira, que prevê começar em breve a produzir 550 mil toneladas por ano.

A dinâmica industrial na produção de cimento é igualmente extensiva à vila de Inhaminga, no distrito de Cheringoma, onde há um projecto da China-Mozambique Cement & Mining orçado em 98 milhões de dólares para produzir um milhão de toneladas por ano.

A abundância de calcário naquele ponto do país faz também com que os investidores chineses e americanos estejam interessados em construir fábricas de cimento na Casa Nova, posto administrativo de Muxúnguè, em Chibabava, num investimento de 59,6 milhões de dólares. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH