Transporte marítimo entre ilhas em Cabo Verde vai ser entregue em regime de concessão

27 May 2014

O transporte marítimo entre ilhas em Cabo Verde vai passar a ser regido por um sistema público a partir de Janeiro de 2015, sendo o serviço entregue a empresas em regime de concessão, disse o presidente da Agência Marítima e Portuária, José Fortes.

De acordo com um estudo governamental este é o modelo que melhor se adapta à cabotagem caracterizada por linhas deficitárias, indo haver duas concessionárias – a Cabo Verde Fast Ferry (CVFF) e uma outra empresa formada pelos restantes armadores cabo-verdianos.

“O governo vai adoptar o sistema público de transportes marítimo em que se fixam as ligações entre ilhas, a qualidade do serviço, o número de viagens e a tarifa e restantes obrigações dos concessionários”, disse ainda José Fortes, à Rádio de Cabo Verde.

O presidente da Agência Marítima e Portuária garantiu que o serviço continuará a ser prestado por privados, indo haver dois concessionários por que os restantes armadores não aceitaram juntar-se com a CVFF, empresa que se endividou recentemente a fim de adquirir novas embarcações.

Nas linhas não rentáveis, as indemnizações compensatórias serão calculadas com recurso à análise da base de dados das operações, que serão criadas em todos os portos, para que o processo seja o mais transparente possível, disse ainda José Fortes.

De fora do sistema de transporte marítimo entre ilhas ficam os operadores que transportam carga própria, sendo-lhes no entanto interdito carregar produtos de terceiros. (macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH