Angola pretende produzir 100 mil toneladas de algodão por ano

29 May 2014

O programa de relançamento da produção de algodão em Angola, que conta com 1500 agricultores familiares, pretende atingir uma colheita de 100 mil toneladas por ano, disse terça-feira, em Luanda, o director nacional da Agricultura e Pecuária.

Adelino Rodrigues, que falava sobre a participação do sector privado nos grandes projectos agrícolas, disse à agência noticiosa Angop que o programa de relançamento da produção de algodão está a ser desenvolvido numa área de 70 mil hectares, no âmbito do Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2017.

“O governo angolano decidiu recuperar a indústria têxtil a fim de assegurar a independência no que diz respeito à importação de tecidos e outros produtos manufacturados”, frisou Rodrigues.

O director nacional da Agricultura e Pecuária informou que as províncias do Cuanza Sul e Malanje já estão a produzir algodão em quantidade, enquanto em outras províncias estão em curso actividades de organização.

Angola tem três fábricas têxteis, uma no município de Cazenga (Textang II) e as outras em Benguela (África Têxtil 1º de Maio) e na província do Cuanza Norte (Satec).

A Textang II, em processo de recuperação, irá efectuar a fiação de algodão, tecelagem, tingimento e estampagem de tecidos, para mais tarde começar com a produção, acabamento e fabrico de vestuário. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH