Economia de Cabo Verde deverá crescer entre 1,5% e 2,5% em 2014

29 May 2014

A economia de Cabo Verde deverá crescer no intervalo entre 1,5% e 2,5% em 2014, com a inflação a situar-se em torno de 0,5%, de acordo com um documento recente do banco central, que antecipa uma recuperação moderada da dinâmica económica.

No Relatório de Política Monetária, o Banco de Cabo Verde adianta que o enquadramento externo mais favorável deverá incentivar alguma retoma do consumo e investimento privados, contribuindo para alguma recuperação da dinâmica de crescimento do PIB em 2014.

“O optimismo em torno das actuais perspectivas de crescimento económico é, entretanto, contido, tendo em conta a perspectiva de ligeira recuperação do enquadramento externo e a persistência de riscos de deterioração do balanço dos bancos nacionais, que, em caso de materialização, poderão afectar adversamente a sua política de crédito”, pode ler-se no documento.

O documento revela, por outro lado, que as reservas internacionais líquidas do arquipélago atingiram valores históricos, 347 milhões de euros, o que garante cinco meses de importação.

O banco central adiantou que as contas externas do país registaram uma evolução “muito favorável”, em consequência, principalmente, da diminuição das importações e dos dividendos remetidos aos investidores externos, em função do contínuo enfraquecimento da actividade económica desde 2011.

O Banco de Cabo Verde informou também que, além das reservas internacionais líquidas terem atingido valores históricos, o défice da balança corrente reduziu-se de 11% para 3% do Produto Interno Bruto (PIB). (macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH