Empresas portuguesas devem investir no sector agro-industrial de Angola, PwC

30 May 2014

O investimento directo das empresas portuguesas no sector agro-industrial de Angola “é uma prioridade”, considera a empresa de consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) num relatório encomendado pela Associação Industrial Portuguesa.

No estudo, os consultores da PwC afirmam que “apesar das alterações à pauta aduaneira em 2014, Portugal deve continuar a apostar no sector agro-industrial, dado o crescimento das importações verificado em Angola no passado recente e as expectativas futuras decorrentes do incremento do rendimento disponível das populações.”

“O investimento directo no sector agro-industrial torna-se uma prioridade”, também devido às políticas de Angola no que diz respeito à expansão do sector interno agro-alimentar, acrescentam, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

O relatório da PricewaterhouseCoopers faz uma análise da economia angolana e das relações económicas com a Comunidade dos Países da África Austral (SADC) e com os países da CPLP, concluindo que “o crescimento nos sectores não petrolíferos vai ser impulsionado pelo acréscimo do consumo e por um aumento do investimento público em infra-estruturas.”

A par disso, continuam, “o sector agrícola vai continuar a beneficiar da expansão das infra-estruturas nas zonas rurais e a construção deve continuar a sua tendência de crescimento acentuado, suportada pelos planos do governo angolano de construir projectos de habitação em larga escala e de recuperar estradas, pontes, silos e o sistema ferroviário”.

Na apresentação do relatório, Manuel Lopes da Costa, da PwC, disse que a prazo Moçambique “vai ser importante para as empresas portuguesas diversificarem os investimentos.”

“As empresas portuguesas preferiram transaccionar com Angola, mais do que com Moçambique, por causa do atraso ainda maior nas infra-estruturas moçambicanas e porque fariam negócios melhores e mais rapidamente, mas não se pode descurar Moçambique”, salientou. (macauhub/PT/AO/MZ)

MACAUHUB FRENCH