Rochas ornamentais nacionais obrigatórias em obras públicas em Angola

5 June 2014

A utilização de rochas ornamentais extraídas e transformadas em Angola vai passar a ser obrigatória em todas as obras públicas, anunciou terça-feira em Luanda o ministro da Geologia e Minas de Angola, Francisco Queiroz.

Falando após a Comissão para a Economia Real do Conselho de Ministros ter apreciado a proposta de decreto presidencial para a protecção da produção nacional de materiais de construção de origem mineral, o ministro frisou que o objectivo é fazer com que nas obras do Estado sejam “usadas obrigatoriamente” rochas ornamentais produzidas no país.

“Angola produz rochas ornamentais de qualidade, tais como o granito negro e mármores” pelo que “sempre que houver dinheiro do Estado numa qualquer obra terão as rochas de ser nacionais.”

Francisco Queiroz disse ainda que a proposta, a ser agora estudada pelo grupo técnico do Conselho de Ministros, visa igualmente a criação de um mercado interno para o consumo de rochas ornamentais.

A exploração de rochas ornamentais realiza-se no sul de Angola, nomeadamente nas províncias da Huíla e do Namibe, sendo feita a exportação bruta desse minério para países da Europa, sobretudo Portugal, Espanha e Itália. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH