Governo e sector privado de Moçambique vão rever estratégia industrial

16 June 2014

A revisão e elaboração da Política e Estratégia Industrial visa dotar Moçambique de um mecanismo de fomento industrial, afirmou há dias o ministro da Indústria e Comércio, Armando Inroga.

O ministro disse ainda que a ausência do referido mecanismo de fomento industria traduz-se no acesso difícil e no custo elevado de financiamento bem como na falta de definição de produtos ou cadeias de valor prioritários.

“A revisão da Política e Estratégia Industrial é uma prioridade, pois irá adoptar medidas coordenadas ao nível do governo para garantir a criação de emprego, fortalecimento da cadeia de valor e promoção de uma economia que assegure a substituição das importações”, disse, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.

A indústria em Moçambique ocupou, em 2012, a terceira posição depois da agricultura e dos transportes, com uma contribuição no Produto Interno Bruto de 11% e empregando cerca de 6% da mão-de-obra activa.

O presidente do pelouro da Indústria e Comércio da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), Mubarak Abdul Razak, afirmou que a descoberta e início de exploração de recursos minerais colocam desafios enormes para vários sectores que, serão chamados a alargar a sua base de produção para responder a uma eventual subida na procura de bens e serviços, incluindo produtos manufacturados.

A revisão da Política e Estratégia Industrial irá incluir a identificação dos pilares fundamentais nos quais estará assente a acção do governo e do sector privado durante a sua aplicação. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH