Linha de caminho-de-ferro ligando Moçambique ao Zimbabué vai ser reconstruída

18 June 2014

A linha de caminho-de-ferro de Machipanda, que liga o porto da Beira à estação de Machipanda, poderá vir a ser objecto de obras de reconstrução ainda este ano ao longo de toda a sua extensão de 317 quilómetros, afirmou o director da Brigada de Reconstrução da Linha de Sena.

Adiantando estar actualmente a decorrer a identificação do consultor para a realização dos estudos de viabilidade, Elias Xai-Xai disse ainda ao jornal Notícias, de Maputo, que a obra envolve a estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) e a Mozambique Regional Gateway Programme, uma instituição baseada em Moçambique ligada ao desenvolvimento do tráfego internacional na África Austral.

Construída no ano de 1906, a linha de Machipanda está a reerguer-se do abandono a que foi votada durante o período de concessão à extinta Companhia Caminhos de Ferro da Beira, tendo a CFM despendido já mais de 10 milhões de dólares na linha, nomeadamente na estabilização da via, reabertura das linhas de cruzamento, estações e apeadeiros.

O até então crónico problema de descarrilamento reduziu-se substancialmente, sobretudo com a redução de algumas curvas que se mostravam bastante apertadas, substituição de carris e travessas e aumento das linhas de cruzamento, o que já permite o aumento de velocidade das locomotivas.

A linha de caminho-de-ferro de Machipanda, localidade junto à fronteira com o Zimbabué, é a única linha de transporte de mercadorias de e para Zimbabué e Zâmbia. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH