Governo de Angola pondera construção de novos pólos industriais

3 July 2014

As províncias de Malanje e Uíge e as regiões do Bom Jesus (Luanda), Caála (Huambo), Soyo (Zaire) e Saurimo (Lunda Sul) poderão servir de base para a construção de novos Pólos de Desenvolvimento Industrial, disse quarta-feira, em Luanda, o secretário de Estado da Indústria.

Kiala Ngone Gabriel disse à agência noticiosa Angop que os novos pólos serão construídos por fases, em função da existência de recursos financeiros, tendo além disso uma dimensão inicial reduzida, ganhando espaço à medida que forem evoluindo.

O secretário de Estado adiantou que a Comissão para a Economia Real do Conselho de Ministros mostrou-se receptiva ao projecto de construção de novos pólos, podendo os mesmos vir a constar do Programa de Investimentos Públicos de 2015.

Quanto aos pólos mais antigos, informou que o de Viana (Luanda) com cerca de 2885 hectares e o de Catumbela (Benguela) 2107 hectares têm unidades fabris instaladas, havendo ainda o pólo industrial de Lucala (Cuanza Norte) e o de Fútila (Cabinda).

“Termos pelo menos um pólo em cada uma das províncias seria bom, só que os custos de construção levam-nos a dizer que ainda vamos falar deles durante longos anos”, sublinhou Kiala Gabriel.

O processo de criação de pólos de desenvolvimento teve início em 1998, altura em que foi aprovada a política dos pólos de desenvolvimento industrial, através da resolução 1/98 de 10 de Março. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH