Governo vai fortalecer papel de Macau enquanto plataforma entre a China e os países de língua portuguesa

3 July 2014

O governo de Macau vai procurar fortalecer ainda mais o papel do território como uma plataforma de serviços e de negócios entre a China e os países de língua portuguesa, disse quarta-feira o secretário para a Economia e Finanças de Macau, Francis Tam Pak Yuen.

O secretário recordou que o governo vai criar 3 centros – Centro de Serviços Comerciais para as Pequenas e Médias Empresas dos Países de Língua Portuguesa, Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa e o Centro de Convenções e Exposições para a Cooperação Económica e Comercial entre os Países Participantes do Fórum de Macau.

Ao dirigir-se aos membros da delegação do Seminário Ministerial de Globalização Económica para os Países de Língua Portuguesa, Francis Tam recordou que a criação dos 3 centros consta das medidas de apoio aos países de língua portuguesa anunciadas pelo vice-primeiro-ministro, Wang Yang, durante a cerimónia de abertura da 4ª. Conferência Ministerial do Fórum de Macau.

E adiantou que “o governo de Macau encontra-se a colaborar na execução das respectivas medidas, procurando aperfeiçoar os mecanismos da plataforma de serviços, bem como, envidar todos os esforços para a promoção da cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa.

“Macau tem atribuído a mais alta importância à cooperação e relação com os países de língua portuguesa e, desde a criação do Fórum de Macau em 2003, o governo tem disponibilizado apoio total ao Secretariado Permanente, procurando colaborar com os trabalhos delineados no Plano de Acção, tendo ainda realizado, com êxito, 4 edições de Conferência Ministerial”, disse o secretário para a Economia e Finanças de Macau. (macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH