Presidente Armando Guebuza convida empresários portugueses a investirem em Moçambique

3 July 2014

O presidente de Moçambique, Armando Guebuza, convidou terça-feira os empresários portugueses a investirem em Moçambique, por se tratar de um país, disse, onde existe complementaridade e não contradição entre os grandes e pequenos projectos.

Na abertura do seminário empresarial Moçambique/Portugal, organizado no âmbito da visita de Estado que realiza a Portugal, Guebuza disse que Moçambique é um país onde as descobertas de hidrocarbonetos vieram contribuir para a melhoria do ambiente de negócios e para atracção de investimentos.

Em 2007, segundo Guebuza, o governo de Moçambique criou as Zonas Económicas Especiais e as Zonas Francas para albergar projectos de investimento âncora para a criação de postos de trabalho e geração de riqueza em prol do desenvolvimento económico e social do país.

“Moçambique já não é apenas um país de esperanças e sonhos pelo que convido os empresários portugueses a darem o seu contributo estabelecendo parcerias empresariais, num ambiente de respeito mútuo e de respeito pela ordem jurídica moçambicana”, disse Guebuza.

Para Guebuza, o ambiente de negócios no país é propiciado pela estabilidade macro-económica e pelo crescimento médio de 7% que o país tem vindo a registar há cerca de 15 anos.

O primeiro-ministro português, Passos Coelho, reiterou, por seu turno, que as relações empresariais entre Portugal e Moçambique estão em alta, avançando que, em 2013, o investimento directo estrangeiro de Portugal em Moçambique atingiu 130 milhões de euros criando 10 mil novos postos de trabalho.

O desembolso da linha de financiamento de 134 milhões de euros para cooperação empresarial, segundo Passos Coelho, testemunha a vontade de Portugal de continuar a sensibilizar os investidores internacionais a escolherem Moçambique como destino de investimentos. (macauhub/PT/MZ)

MACAUHUB FRENCH