Angola vai ficar ligado por estrada aos países vizinhos

8 July 2014

A ligação rodoviária entre Angola e os países vizinhos vai ser uma realidade a partir de 2017, disse segunda-feira o director-geral do Instituto de Estradas de Angola (INEA).

António Resende, em declarações à agência Angop à reabertura da ponte metálica sobre o rio Luvo, referiu que decorrem a um ritmo avançado obras de reconstrução dos corredores rodoviários trans-fronteiriços a nível das regiões sul, norte e leste do país.

De acordo com o Jornal de Angola, a ponte anteriormente existente cedeu ao excesso de carga de um camião-plataforma carregado com uma grua de grande dimensão.

António Resende disse igualmente que a prazo irá ser construída uma ponte em betão sobre aquele rio, que separa o município de Mbanza Congo (Angola) e a região do Baixo Congo (RDC), com um comprimento de 37,6 metros e duas vias de circulação de 3,50 metros de largura, uma em cada sentido.

O director-geral do INEA precisou que na zona do Cunene está em fase de conclusão o troço que liga esta região à vizinha Namíbia, enquanto no Zaire decorrem os trabalhos de reconstrução da via de acesso à região do Baixo Congo (RDCongo), passando pela sede municipal do Nóqui.

Resende disse ainda que os corredores da província do Uíge, Malange, Lunda Norte, Lunda Sul, do Lobito (Benguela) ao posto fronteiriço do Luau (Moxico), com a Zâmbia, deverão ser reconstruídos no período de vigência do Plano Nacional de Desenvolvimento.

Angola tem fronteiras a sul com a Namíbia, a leste com a Zâmbia e a RDCongo e a norte com a República do Congo. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH