Agricultores de Moçambique vão produzir cana-de-açúcar para a Tongaat Hulett

10 July 2014

A empresa Tongaat Hulett Açucareira de Xinavane está a preparar um terreno com 530 hectares para a produção de cana-de-açúcar por pequenos produtores no distrito de Magude, província de Maputo, informou o matutino Notícias, de Maputo.

Este programa, uma iniciativa que conta com financiamento da União Europeia, compreende três fases, a primeira das quais contempla o desbravamento, abertura de vias de acesso e preparação do sistema de drenagem.

Numa segunda fase proceder-se-á à preparação do terreno e o plantio de cana-de-açúcar e na terceira está prevista a instalação e teste do sistema de irrigação para 530 hectares.

A Açucareira de Xinavane é controlada pela Tongaat Hulett da África do Sul, grupo que detém participações em duas açucareiras em Moçambique, designadamente Açucareira de Xinavane e Açucareira de Moçambique (Mafambisse).

Em 1998, o grupo Tongaat Hulett adquiriu do Estado moçambicano uma participação de 49% da Açucareira de Xinavane, passando a assumir o controlo da administração, tendo em 2008 aumentado a participação para 88%.

A expansão da Açucareira de Xinavane foi concluída em 2009/10, aumentando a capacidade de produção de açúcar para mais de 208 mil toneladas.

A Açucareira de Mafambisse, construída originalmente em 1965 e remodelada no final da década de 1980 com um custo de cerca de 50 milhões de dólares, está situada próxima das margens do rio Púnguè, no distrito do Dondo, província de Sofala.

Em 1996 a Tongaat Hulett assumiu a responsabilidade da gestão de Mafambisse, em 1998 adquiriu uma participação de 75% anteriormente detida pelo Estado moçambicano e em 2008 aumentou-a para 85%.

A capacidade de produção da fábrica de Mafambisse é de cerca de 92 mil toneladas, o que faz com que a Tongaat Hulett tenha uma capacidade de moagem instalada, em Moçambique, para produzir cerca de 300 mil toneladas por ano. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH