Nações Unidas doam 600 mil dólares a São Tomé e Príncipe para fomentar agricultura

14 August 2014

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) doou 600 mil dólares para a promoção da agricultura suburbana em São Tomé e Príncipe, anunciou quarta-feira o ministro são-tomense de Agricultura.

António Dias disse que esta doação se inscreve no protocolo de assistência financeira assinado terça-feira em São Tomé entre o governo, através do ministério são-tomense da Agricultura e a uma representação da FAO.

A ser aplicado já em finais do ano em curso, o protocolo, válido para um período de três anos, visa, essencialmente, incentivar a prática de horticultura em Guadalupe, distrito de Lobata, a 12 quilómetros a norte de São Tomé e na região autónoma do Príncipe, a 150 quilómetros da ilha de São Tomé.

Na localidade de Guadalupe, o projecto visa ainda combater a seca como consequência de derrube de parte da floresta, enquanto na ilha do Príncipe as autoridades pretendem produzir mais hortaliças reduzindo substancialmente a importação a partir da capital do arquipélago, sublinhou o ministro, citando o documento.

O projecto insere-se na estratégia das autoridades de São Tomé e Príncipe visando a luta pela segurança alimentar e redução da pobreza no arquipélago, onde a agricultura continua a ser a base da economia, com realce para o cacau, que tem rendido, anualmente, cerca de cinco milhões de dólares. (macauhub/ST)

MACAUHUB FRENCH