Portuguesa DTE com obras em Angola no valor de 12 milhões de dólares

15 August 2014

A empresa portuguesa DTE, do grupo DST, com sede em Braga, tem em curso em Angola empreitadas no valor de 12 milhões de dólares , reforçando a “estratégia de internacionalização” do grupo, de acordo com um comunicado divulgado quinta-feira.

Nos termos do comunicado, a DTE está a montar as instalações eléctricas, de segurança e de telecomunicações do Armazém Central de Medicamentos de Luanda, infra-estrutura localizada “numa zona quase deserta”, em Kifangondo Funda.

A obra envolve uma área de construção de quase 7 mil metros quadrados, sendo a primeira empreitada de instalações eléctricas a realizar em território angolano pelo grupo DST.

Já no centro de Luanda, a DTE é responsável pela instalação de sistemas de segurança, instalações elétricas, telecomunicações e circuito fechado de TV do novo edifício de escritórios da petrolífera angolana Somoil, bem como pela instalação de um posto de transformação e de instalações de baixa tensão.

Igualmente a cargo da DTE está a ser executada, segundo o grupo “em prazo recorde”, a empreitada de instalações eléctricas, segurança e telecomunicações da Autostar, um projecto nos arredores de Luanda que “obriga a uma elevada precisão na aplicação dos equipamentos e materiais, nomeadamente no que à iluminação diz respeito”.

Na mesma informação, o grupo DST informa que “mais recentemente” foram adjudicadas empreitadas de instalações eléctricas, segurança e telecomunicações e ar condicionado e forçado do Complexo da Bromangol, na zona de Camama, Luanda. (macauhub/PT/AO)

MACAUHUB FRENCH