Empresários de Macau presentes na abertura da 50.ª Feira Internacional de Maputo, Moçambique

26 August 2014

A abertura da 50.ª edição da Feira Internacional de Maputo (Facim), na segunda-feira, contou com a presença de cerca de três dezenas de empresários de Macau, que visitaram o certame numa missão organizada pelo Instituto para a Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM).

Procurando oportunidades de investimento em Moçambique, país que tem mantido taxas de crescimento anuais na ordem de 7%, a comitiva empresarial de Macau deslocou-se à Facim no âmbito do “X Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (PLP)”, adiantou à macauhub em Maputo a administradora do IPIM, Eco Chan.

“Ultimamente, a participação do IPIM na feira visa sobretudo trazer empresas de Macau a Moçambique para que possam procurar oportunidades de investimento. Este ano, trouxemos cerca de 30 empresas de vários ramos de actividade, como infra-estruturas, banca e serviços”, referiu Eco Chan.

Sublinhando a importância do certame no contexto económico da África a sul do Saara, a administradora do IPIM sublinhou também a relevância de Moçambique enquanto destino de exportação, notando que, à semelhança da presente edição, o IPIM mantém uma representação no certame há vários anos.

De acordo com o Instituto para a Promoção das Exportações de Moçambique (Ipex), promotor da iniciativa, a Facim apresenta este ano 2650 expositores, dos quais 2000 moçambicanos e 650 estrangeiros, em representação de 26 países e territórios, estando distribuídos por vários pavilhões provisoriamente instalados no recinto da feira, situada a cerca de 30 quilómetros de Maputo, na localidade suburbana de Ricatla, do distrito de Marracuene.

À semelhança de edições anteriores, as empresas portuguesas são as que maior número de expositores ocupam, cerca de duas centenas, o que, segundo o vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, que participou na abertura da feira, mostra que “Moçambique é cada vez mais um país decisivo nas relações económicas de Portugal”, que possui um pavilhão próprio, tal como a Itália e a Alemanha.

Hoje, empresários chineses e dos PLP, assim como representantes das agências de comércio externo destes países, reúnem-se procurando aumentar as relações comerciais, no contexto do 10.º encontro empresarial China-PLP, que Maputo acolhe até quarta-feira e que é promovido pelo Ipex em parceria com o IPIM e com o Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CPCIC). (macauhub/MO/MZ)

MACAUHUB FRENCH