Angola assume pela primeira vez presidência de grupo africano contra o branqueamento de capitais

2 September 2014

Angola vai assumir pela primeira vez a presidência rotativa do Grupo Regional da África Oriental e Austral contra o Branqueamento de Capitais, informou o Ministério das Finanças em comunicado divulgado segunda-feira em Luanda.

O comunicado adianta que a 14ª Reunião do Conselho de Ministros da organização, que junta 17 estados da parte austral e oriental do continente africano, terá lugar dia 5 de Setembro e será antecedida da 28ª reunião de peritos, a decorrer entre os dias 31 de Agosto e 4 de Setembro.

A instituição foi criada em 1999 em Arusha, Tanzânia e integra, além de Angola, África do Sul, Botswana, Camarões, Etiópia, Quénia, Lesoto, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seicheles, Suazilândia, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e Zimbabué.

A República do Ruanda faz parte do grupo como observador.

Ao comentar a reunião de peritos a decorrer em Luanda, o vice-governador do Banco Nacional de Angola, Ricardo de Abreu, disse ser imperioso que os países adoptem um conjunto de medidas e apliquem-nas no sentido de prevenir e combater o branqueamento de capitais.

Citado pela agência noticiosa Angop, Ricardo de Abreu disse ainda que o branqueamento de capitais não é um assunto apenas nacional mas sim regional e internacional, devendo o primeiro passo ser a definição de um quadro legal e de regulamentação adequada às recomendações internacionais. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH