BAD concede donativos para projectos agrícolas em Moçambique

4 September 2014

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) aprovou dois donativos no valor conjunto de 1,223 milhões de dólares para apoiar a preparação de projectos do sector agrícola em Moçambique, informou a instituição em comunicado.

Aprovados ao abrigo da Iniciativa de Financiamento Acelerado para a Agricultura (Agricultural Fast Track Fund), os dois recipientes são a Odebrecht Moçambique e a EcoFarm Moçambique, entidades do sector privado que trabalham nas áreas de infra-estruturas e agricultura, respectivamente.

De acordo com o comunicado enviado à macauhub, o objectivo dos donativos é o de financiar actividades de preparação de projectos, incluindo estudos de viabilidade e de avaliação do impacto ambiental e social.

O donativo a ser entregue à Odebrecht Moçambique será usado para financiar a preparação de investimentos relacionados com o desenvolvimento de uma cadeia de valor para a produção de frango, incluindo o desenho de um aviário, seu processamento e distribuição em Moçambique.

Este projecto será desenvolvido nos distritos de Lugela e Mocuba, província da Zambézia, numa área de 6000 hectares.

Para o caso da EcoFarm Moçambique, o objectivo do donativo é de financiar a preparação do projecto de produção de cana-de-açúcar, incluindo a preparação de um plano de recuperação ambiental e de avaliação de impacto social, desenho de um sistema de irrigação e do projecto de electrificação da fábrica de processamento da cana.

Este projecto será desenvolvido em Chemba, província de Sofala, em Moçambique, numa área de 3500 hectares. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH