China Hyway entrega caminho-de-ferro de Moçâmedes, Angola, em Outubro

5 September 2014

A conclusão e entrega definitiva das obras de reconstrução do caminho-de-ferro de Moçâmedes (CFM), iniciadas em 2006, está marcada para Outubro próximo, disse quinta-feira o presidente da sociedade gestora, Daniel Quipaxe.

Quipaxe disse ainda à agência noticiosa Angop que a reconstrução da linha que liga as províncias do Namibe/Huíla e Cuando Cubango incluiu a construção e modernização das 56 estações, sistemas de telecomunicações e iluminação, nos 860 quilómetros de linha.

“O empreiteiro está praticamente na fase final dos trabalhos e tudo aponta para que Outubro comece a proceder à entrega da grande parte das infra-estruturas reconstruídas e modernizadas, após obras que duraram quase oito anos”, realçou.

O presidente da Caminho-de-Ferro de Moçâmedes disse que, neste momento, a empresa chinesa China Hyway está a concluir o projecto de construção das mais de 600 residências ao longo do percurso ferroviário entre a cidade do Namibe (actual designação de Moçâmedes) e Menongue.

O caminho-de-ferro de Moçâmedes, que liga a cidade costeira do Namibe a Menongue, capital provincial do Cuando Cubango, no leste de Angola, começou a ser construído a 28 de Setembro de 1905 e ficou concluído a 6 de Dezembro de 1961.

A linha tem uma extensão total de 860 quilómetros, incluindo os ramais de ligação às antigas zonas mineiras da Jamba e Cassinga.

O empreiteiro desta obra de construção civil é uma das 16 empresas subsidiárias do grupo com o mesmo nome, com sede em Pequim, que opera em diversos sectores da actividade económica, nomeadamente na construção de estradas, linhas de caminhos-de-ferro e pontes. (macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH