Fábrica de adubos vai ser construída no Soyo, Angola

5 September 2014

O ministro da Geologia e Minas de Angola anunciou quinta-feira em Luanda a construção em 2015 de uma fábrica de adubos no Soyo, província do Zaire, para produzir as 400 mil toneladas que Angola consome anualmente e exportar o excedente.

Francisco Queiroz disse também que os projectos de exploração de fosfatos em Cabinda e Zaire estão em andamento, quando falava na abertura do III Conselho Consultivo do Ministério, que decorre sob o lema “Transparência, lealdade e rigor para o crescimento e diversificação da actividade geológica e mineira em Angola.”

O ministro disse igualmente que a Ferrangol, empresa mineira de capitais públicos, está a negociar parcerias para a extracção de ferro, cobre, ouro e outros minerais, principalmente os de ouro no Chipindo e Mpopo, comercialização do mesmo metal de exploração artesanal em Cabinda e o Projecto Integrado de Cassinga e Cassala Quitungo, de acordo com a agência noticiosa Angop.

Francisco Queiroz fez o balanço da execução do programa de acção do sector desde o Conselho Consultivo de 2103, passando em revista o Plano Nacional de Geologia, Código Mineiro, organização e funcionamento institucional, projectos mineiros, Processo Kimberley e organização da exploração de minerais para construção civil.

O Plano Nacional de Geologia (Planageo) vai recolher informação científica sobre os recursos geológicos e mineiros, localização e quantidade estimada em todo o território de Angola tendo, desde o seu início em Maio passado, sido sobrevoados 172 856 quilómetros lineares. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH