Portugal coloca à venda 31,5% dos Correios

5 September 2014

O governo português vai vender a participação de 31,5% que o Estado ainda detém no capital social dos CTT – Correios de Portugal, informou quinta-feira a Participações Públicas (Parpública) em comunicado divulgado através do regulador de mercado.

O comunicado disponível na página electrónica da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários adianta que a venda da participação será dirigida exclusivamente a investidores institucionais e investidores institucionais qualificados nos Estados Unidos tendo o governo mandatado o Caixa Banco de Investimentos e o JP Morgan como coordenadores globais.

O Estado, via Parpública, ainda detém 31,5% do capital dos CTT e, com a aprovação da venda do remanescente do capital feita hoje em Conselho de Ministros o Governo “iniciou um novo processo de alienação” dos Correios, segundo o comunicado.

“Em conformidade, a Parpública anuncia que irá proceder ao lançamento de uma oferta particular de venda de até 47 253 834 acções da CTT, sujeita à procura, ao preço e às condições de mercado”, esclarece o comunicado.

Estas acções já se encontravam admitidas à negociação em bolsa mas, uma vez concluída o processo de venda, o capital dos CTT – Correios de Portugal ficará totalmente colocado em investidores privados. (macauhub/PT)

MACAUHUB FRENCH