Angola encomenda navios-patrulha ao Brasil

8 September 2014

Angola adquiriu sete navios-patrulha da classe “Macaé” ao Brasil ao abrigo do Programa de Desenvolvimento do Poder Naval Angolano (Pronaval), disse em Brasília o chefe do Estado-Maior da Marinha de Guerra Angolana, almirante Augusto Cunha “Gugu”.

O almirante disse ainda à agência noticiosa angolana Angop que ao abrigo do memorando assinado entre os Ministérios da Defesa dos dois países os navios-patrulha, de 500 toneladas cada, serão construídos quatro no Brasil e três em Angola, concretamente na província do Cuanza Sul.

Augusto Cunha adiantou que o “memorando vai evoluir para um contrato para a construção de navios para a Marinha de Guerra e também apoio à construção de um estaleiro naval.”

Os navios-patrulha da classe “Macaé” são versáteis, apropriados para missões de vigilância e policiamento, controlo de navegação e de poluição, busca e salvamento, combate ao tráfico de drogas, contrabando e pesca ilegal e apoio às operações militares.

A Marinha brasileira vai também contribuir para a formação das tripulações angolanas, bem como no processo de construção do estaleiro militar em Angola.

Angola e o Brasil assinaram, a 11 de Junho de 1980, um acordo geral de cooperação económica, técnico-científica e cultural, que serviu de base fundamental para o desenvolvimento do seu relacionamento. (macauhub/AO/BR)

MACAUHUB FRENCH