Japão contribui para combate à seca em Angola

11 September 2014

O governo do Japão vai apoiar o programa angolano de combate aos efeitos da seca que afecta 1,8 milhões de pessoas desde 2012 com uma contribuição de 1,2 milhões de dólares, disse na cidade do Lubango a primeira secretária da embaixada do Japão em Angola.

Yoshiko Miura, que se encontra em missão de trabalho de três dias à província da Huíla, disse que os fundos entregues ao Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) estão a proporcionar a melhoria das condições de higiene e de saneamento nas províncias do Cunene e da Huíla, as mais afectadas pelas consequências da estiagem que assolou também dez outras províncias do país nos últimos três anos.

Miura disse ainda que o programa em curso serve também para promover conhecimentos sobre práticas seguras de saneamento e de higiene, para prevenção de doenças transmitidas pelo consumo de água imprópria e o formação dos locais envolvidos na protecção da criança contra o trabalho infantil, absentismo escolar, negligência e violência.

Nas províncias da Huíla e do Cunene há 543 mil pessoas que estão a sofrer os efeitos da seca, de acordo com a agência noticiosa Angop. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH