Odebrecht Angola dirigida a prazo por quadros angolanos

22 September 2014

A Odebrecht Angola, subsidiária do grupo brasileiro Odebrecht, será dirigida por quadros angolanos no prazo máximo de cinco anos, anunciou em Luanda o presidente do grupo, Emílio Odebrecht, citado pela Rádio Nacional de Angola.

“Temos como meta para os próximos 5 anos ter a nossa empresa em Angola comandada e dirigida por angolanos, que estão a ser actualmente formados para essa missão”, disse Emílio Odebrecht, no final de uma audiência concedida pelo Presidente de Angola.

Referindo-se ao encontro com José Eduardo dos Santos, o presidente do grupo brasileiro disse ter apresentado um relatório das actividades realizadas no ano passado e informado sobre os projectos da subsidiária angolana para os próximos 12 meses.

Presente em Angola há 30 anos, a Odebrecht Angola é a maior empresa de capitais brasileiros no país, onde iniciou actividade na construção da barragem de Capanda (Malanje).

A importância da Odebrecht em Angola está espelhada no facto de ser a empresa privada que mais emprega, cerca de 24 mil pessoas, tendo actualmente uma carteira de negócios de mais de 5 mil milhões de dólares e estando envolvida na construção civil e na agricultura e processamento de produtos agrícolas e ainda na indústria extractiva. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH