Angola cria Academia do Mercado de Valores Mobiliários

25 September 2014

A Comissão de Mercado de Capitais (CMC) de Angola abre em Outubro próximo a Academia do Mercado de Valores Mobiliários (AMVM) para formar os técnicos que vão operar nas empresas do sistema financeiro, disse o director da AMVM ao Jornal de Angola.

Nelson Chuvica disse que a Academia é a unidade de CMC que vai formar intervenientes do mercado como os corretores, que actuam na compra e venda de acções e acrescentou que a formação pretende “que a transferência dos meios financeiros gerados por indivíduos que criam poupanças seja feita de acordo com as regras estipuladas pela Comissão de Mercado de Capitais.”

O director da AMVM disse ainda que a Academia assinou, em Agosto passado, um protocolo de cooperação com a Catholic Business School Alliance e o Centro de Estudos de Ciências Jurídico-Económicas e Sociais da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto e mantém acordos de parceria com universidades do Porto e de Lisboa, em Portugal.

Entretanto, a imprensa portuguesa noticiou que a empresa Opex – Sociedade Gestora de Mercado de Valores Mobiliários não-Regulamentados foi contratada para colocar em funcionamento a futura Bolsa de Valores (Bodiva) de Angola, que inicia a sua actividade a 30 de Novembro.

O presidente da Opex informou que a empresa vai montar o sistema de negociação, liquidação e custódia, formando ainda as equipas locais, constando igualmente do caderno de encargos os projectos relativos ao desenho de regras e normativo de todos os mercados regulamentados de Angola.

O lançamento do mercado accionista em Angola deverá acontecer com grande parte dos bancos comerciais e ainda com grandes empresas como a Movicel Telecomunicações, Unitel e Refriango. (macauhub/AO/PT)

MACAUHUB FRENCH