Governo de Moçambique lança concurso para concessão de novos blocos petrolíferos

7 October 2014

O governo de Moçambique vai lançar este mês um concurso para a concessão de 15 novos blocos de pesquisa e produção de petróleo, com uma extensão total de 76 800 quilómetros quadrados, anunciou o Instituto Nacional de Petróleo na sua página electrónica.

Devendo ter lugar em Maputo e em Londres a 23 de Outubro, o concurso compreende três concessões marítimas ao largo da província de Cabo Delgado, na zona oriental da bacia sedimentar do Rovuma, onde a norte-americana Anadarko Petroleum e a italiana ENI descobriram reservas de 200 biliões de pés cúbicos de gás natural comercialmente viável, de acordo com dados recentes do governo moçambicano.

Também na região norte, na costa marítima da província de Nampula, duas concessões serão leiloadas na área de Angoche, enquanto na zona centro está prevista a concessão de seis blocos na bacia sedimentar do Zambeze, a que se juntam mais três localizados no continente, na bacia de Moçambique, que ladeiam as áreas de Pande e de Temane, e cuja operação de exploração de gás natural é liderada pela sul-africana Sasol.

O concurso, cujos resultados deverão ser conhecidos a 20 de Janeiro de 2015, é o quinto lançado pelo governo de Moçambique e prevê ainda a concessão de um bloco localizado na província de Gaza (sul), denominado de Palmeira. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH