Investimento de Portugal nos países de língua portuguesa cai 78% em 2013

7 October 2014

O investimento directo de Portugal nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste caiu 78% em 2013, de acordo com os números segunda-feira divulgados em Lisboa pelo Banco de Portugal.

O documento, que sintetiza as “Relações económicas e financeiras de Portugal com os PALOP e Timor-Leste”, divulgado no âmbito dos Encontros de Lisboa entre os bancos centrais dos países daqueles países, indica ter a redução significativa implicado que o investimento naqueles países caísse de 7% do total em 2012 para 1,8% em 2013.

Indicando que os investidores portugueses aplicaram naqueles países 246 milhões de euros em 2013, o Banco de Portugal informa que Angola foi o principal receptor de investimento português com 53% do total, a que se seguiu Moçambique com 38%.

O banco central português informou que a maior parte do investimento português naqueles países foi a actividade financeira (52%), seguindo-se a construção, com 25%, que de resto recebeu um quarto de todo o investimento estrangeiro português.

Em sentido inverso, “o investimento directo dos PALOP e de Timor-Leste em Portugal atingiu 87 milhões de euros, uma redução de 62% face a 2012″, lê-se no relatório, que dá ainda conta de que 95% do total desse investimento teve origem em Angola e esteve concentrado em actividades financeiras e na construção civil. (macauhub/AO/MZ/PT/TL)

MACAUHUB FRENCH