ENI e Kogas cooperam no gás natural em Moçambique

22 October 2014

O grupo petrolífero italiano ENI assinou um acordo de cooperação com a Korea Gas Corporation (Kogas) destinado a reforçar a cooperação no bloco Área 4, no norte de Moçambique, de acordo com um comunicado recentemente divulgado em Milão.

O grupo detém uma participação de 50% naquele bloco, os grupos Kogas e português Galp Energia e a estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos 10% cada e o grupo chinês China National Petroleum Corporation (CNPC) os restantes 20%.

Os depósitos de gás natural descobertos até à data naquele bloco indicam a presença de 85 biliões de pés cúbicos estando previsto que a fase de desenvolvimento se inicie em 2015.

Até à assinatura deste acordo, os dois grupos já cooperavam em projectos petrolíferos no Chipre, Iraque, Indonésia e Timor-Leste.

Entretanto, o consórcio KD, que reúne as empresas norte-americana KBR Inc. e sul-coreana Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME) Co. Ltd., foi contratada pela ENI East Africa, subsidiária do grupo ENI, para construir uma plataforma de recolha, processamento, liquidificação e descarga de gás natural para o projecto Coral Sul na bacia do Rovuma, norte de Moçambique.

O projecto Coral Sul fica localizado a 150 milhas a nordeste da cidade de Pemba e a 30 milhas da costa de Moçambique. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH