Grupo Portucel negocia venda de 20% de projecto em Moçambique

24 October 2014

O grupo português Portucel Soporcel está a negociar com a Corporação Financeira Internacional (IFC, na sigla em inglês), do grupo Banco Mundial, a aquisição de uma participação de 20% do projecto em Moçambique, anunciou em Lisboa o presidente do grupo.

Diogo da Silveira recordou que a parceria com a IFC tem um ano e acrescentou que a mesma pode ser aprofundada, com a instituição pertencente ao grupo do Banco Mundial a comprar 20% do capital da subsidiária moçambicana, de acordo com o jornal português Diário Económico.

Ao apresentar os resultados do grupo relativos ao terceiro trimestre, Diogo da Silveira Diogo da Silveira disse ainda que as negociações com o IFC não são exclusivas, tendo admitido a eventualidade de “outros sócios no futuro.”

Há quatro anos, quando lançou o projecto que prevê um investimento de 2,3 mil milhões de dólares, o administrador da Portucel Moçambique, Pedro Moura, mencionou a intenção do grupo de vir a ter até 30% de capitais moçambicanos.

Relativamente à entrada da IFC, Diogo da Silveira disse que “o objectivo é reforçar o empenhamento [da Portucel] num projecto integrado de produção florestal, de pasta de celulose e de energia que continua a progredir, encontrando-se actualmente numa fase de intensificação das operações florestais e de reforço da base operacional em Moçambique.”

Nos nove primeiros meses do ano, o grupo facturou 1138 milhões de euros, mais 0,1% face a igual período do ano passado, tendo os lucros caído 11,1% para 133,1 milhões de euros. (Macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH