Economist revê em baixa para 4,8% previsão de crescimento económico de Angola em 2015

27 October 2014

A Economist Intelligence Unit (EIU) reviu em baixa a previsão de crescimento de Angola, de 5,5% para 4,8%, e afirmou ainda que a produção de petróleo não atingirá 2 milhões de barris por dia em 2015.

De acordo com a nota de actualização de Outubro, a revisão em baixa do crescimento da economia é justificada com uma descida da despesa pública, uma previsível descida nos preços do petróleo no próximo ano e um aumento abaixo do esperado na produção petrolífera.

“Prevemos agora que a produção chegue a 1,85 milhões de barris por dia em 2015, em baixa face à previsão anterior de 2 milhões por dia”, lê-se no documento.

Em 2016, o Produto Interno Bruto de Angola deve acelerar para 5,7%, crescendo para uma média de 6,3% entre 2017 e 2019, “sustentado num consumo privado sólido”, de acordo com as últimas previsões desta unidade de análise económica.

O sector não petrolífero, “nomeadamente os transportes, a indústria ligeira, o comércio e os serviços, vão expandir-se rapidamente, mas a falta de reformas e taxa de câmbio sobrevalorizada vão garantir que o ambiente empresarial se mantenha adverso, restringindo o investimento fora do sector da construção e dos hidrocarbonetos.”

A EIU afirmou igualmente que as iniciativas do governo para ajudar à criação de pequenas e médias empresas “vai ser dificultado pelo fraco capital humano, regulamentos deficientes, fornecimento de energia ineficiente, altos níveis de corrupção e a intrusão do sector público no investimento privado.” (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH