Shanghai Electric Power Company vai explorar central termoeléctrica em Moçambique

29 October 2014

O grupo britânico Ncondezi Energy Limited assinou um acordo não-vinculativo com a empresa chinesa Shanghai Electric Power Company (SEPC), para a exploração de uma central termoeléctrica em Moçambique, de acordo com um comunicado divulgado segunda-feira.

O grupo britânico, que explora uma concessão de carvão na província de Tete, centro de Moçambique, informou ainda que o acordo permitirá à SEPC tornar-se no maior accionista da central termoeléctrica a carvão, com um potencial de geração de 300 megawatts, que o grupo pretende construir naquela província.

A Shanghai Electric Power Company Limited é uma empresa cotada na Bolsa de Valores de Xangai sendo a maior parte do seu capital social controlado pelo grupo China Power Investment Corporation, um dos maiores do sector na China dispondo de uma capacidade de produção de 90 mil megawatts.

O acordo não-vinculativo agora assinado estipula que as partes vão agora elaborar um calendário tendo em vista a constituição formal de uma parceria ainda no trimestre em curso.

Nos termos do mesmo documento, a Shanghai Electric Power Company Limited deverá, por outro lado, adquirir uma participação minoritária na mina de carvão denominada Projecto Ncondezi.

O grupo britânico detém 100% do Projecto Ncondezi e tem estado envolvido no desenvolvimento de uma central termoeléctrica alimentada a carvão mineral com uma capacidade inicial de 300 megawatts e fases adicionais até atingir 1800 megawatts. (macauhub/CN/MZ)

MACAUHUB FRENCH