Industrialização vai permitir que Angola venha a ser país exportador

13 November 2014

O processo de industrialização gradual vai permitir a substituição competitiva das importações e conferir a Angola o carácter de país exportador, disse, quarta-feira, em Luanda, o secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel.

O secretário de Estado disse ainda que o crescimento do sector industrial tem como vantagens adicionais a criação de postos de trabalho e a oferta de produtos no mercado.

À margem da cerimónia de inauguração de quatro novas empresas, enquadrada nas comemorações do 16º aniversário do Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana, Kiala Gabriel salientou que, desde a sua criação, o pólo tem já mais de 100 unidades industriais a funcionar.

O Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana é uma zona de desenvolvimento de projectos industriais, em Luanda, criado pela Comissão Permanente do Conselho de Ministros, na sua resolução nº 4/98 de 27 de Março, no quadro do plano director de industrialização de Angola.

O pólo tem uma área de 2700 hectares, divididos por três zonas: a zona A, a mais antiga, a zona B que foi desenvolvida mais recentemente e uma zona C que está destinada fundamentalmente à área logística.

Operam actualmente no pólo mais de 500 empresas, nos ramos da indústria ligeira, transportes, comércio, construção civil e de serviços. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH