Consórcio português entrega barragem construída em Cabo Verde

14 November 2014

O consórcio português Armando Cunha e Construtora do Tâmega entrega sábado a barragem de Canto da Cangarra, a primeira a ser construída na ilha cabo-verdiana de Santo Antão, obra orçada em 5,2 milhões de euros, informou a agência noticiosa Lusa.

A barragem, cuja construção teve início em 2011, é a sexta a ser inaugurada no arquipélago, após as cinco na ilha de Santiago (onde se concentra quase 60% da população cabo-verdiana), integradas num ambicioso plano de recolha de água que prevê a edificação, até 2016, de 17 idênticas em quase todas as nove ilhas habitadas.

A infra-estrutura foi financiada por uma linha de crédito de 51,7 milhões de euros aberta por Portugal em 2010, que já permitiu a construção das barragens do Salineiro, Saquinho, Faveta (as três inauguradas em 2013) e Figueira Gorda (a 08 deste mês), que se juntaram à do Poilão, edificada em 2006 pela cooperação chinesa.

A barragem terá uma albufeira que comportará 418 mil metros cúbicos de água numa extensão de 84 mil metros quadrados, tem uma altura máxima de 30 metros, 25 até ao descarregador, com um coroamento de 100 metros de comprimento e quatro de largura.

A construção da barragem e das aduções para irrigação na região vão permitir valorizar as terras agrícolas, prevendo-se que 55 hectares, actualmente em regime de sequeiro, passem a ser irrigados com recurso à água mobilizada em Canto de Cagarra.

Outras duas barragens, Principal e Flamengos, no norte da ilha de Santiago e a cargo da construtora portuguesa Monte Adriano, estão na fase final de construção. (Macauhub/CV/PT)

MACAUHUB FRENCH