Montepio Holding de Portugal novo accionista do Banco Terra de Moçambique

18 November 2014

O grupo Montepio Holding de Portugal passou a ser um dos accionistas de referência do Banco Terra de Moçambique, entrada que foi acompanhada de um aumento de capital até 1500 milhões de meticais (cerca de 48 milhões de dólares), informou a instituição.

A instituição informou ainda que a primeira parcela do aumento do capital social, no montante de 900 milhões de meticais, já foi subscrita e integralmente realizada.

No acordo de accionistas relativo à entrada do grupo Montepio Holding e aumento do capital social do Banco Terra, prevê-se que os agora dois maiores accionistas da instituição – Rabo Development e Montepio Holding – mantenham participações de igual de valor na estrutura accionista.

O Fundo de Investimento Norueguês para os Países em Desenvolvimento (Norfund) e Gapi, uma instituição financeira de desenvolvimento assente numa parceria público-privada moçambicana, completam a estrutura accionista do Banco Terra.

Os accionistas acordaram ainda actualizar e adequar o plano de negócios do Banco Terra, tendo ficado decidido aumentar a presença física do banco, mediante a abertura de novos centros de negócio (agências e outros serviços de atendimento ao cliente), expansão da oferta de produtos e serviços a preços competitivos.

O Grupo Rabobank é composto por um banco central, o Rabobank Netherlands e mais 139 bancos cooperativos locais, além de um subgrupo bancário internacional, o Rabobank International.

O Montepio Geral é uma associação mutualista em que os lucros obtidos na actividade bancária são utilizados na protecção da saúde e reforma dos seus associados.

Até agora, o grupo Montepio estava presente em Moçambique apenas através da Moçambique Companhia de Seguros, depois de, em 2007, ter vendido a posição maioritária que detinha no Banco de Desenvolvimento e Comércio de Moçambique. (Macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH