Angola elabora Plano Nacional de Segurança de Barragens

21 November 2014

O governo de Angola vai elaborar um Plano Nacional de Segurança de Barragens para definir um programa de recuperação gradual dessas infra-estruturas, anunciou quinta-feira em Luanda o ministro da Energia e Águas de Angola.

João Baptista Borges disse que actualmente desconhece-se o comportamento estrutural de grande parte das barragens existentes no país, por não haver um acompanhamento continuado do seu estado físico.

O ministro disse ainda que os diversos estudos efectuados sobre desastres verificados em barragens mostram que as fundações e os descarregadores são responsáveis por cerca de dois terços dos incidentes, havendo ainda a considerar o comportamento das estruturas das barragens e o mau funcionamento das suas partes constitutivas.

À margem de um encontro com especialistas nacionais e estrangeiros para a recolha de contributos para a elaboração do referido plano, o ministro apontou que ainda existem barragens de produção de energia eléctrica a necessitar de intervenção, como o caso da do Biópio, além de outras que necessitam de “recuperação urgente.”

Angola possui oito barragens de produção de energia eléctrica, casos de Capanda, Cambambe, Biopio, Gove, Matala, Luachimo, Chicapa, e Lomaúm e doze para irrigação agrícola, nomeadamente Calueque, Cambumbe, Gandjelas, Quipungo, Chicungo, Chicomba, Calima, Dungo, Luinga, Quiminha, Neves e Sendi. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH