Empresas da China e da África do Sul interessadas na Mabor de Moçambique

5 December 2014

Duas empresas estrangeiras estão a negociar a reactivação da fábrica “Manufactura de Borracha” (Mabor) de Moçambique, encerrada há mais de uma década, anunciou quinta-feira em Maputo o presidente do Instituto de Gestão das Participações do Estado (Igepe).

Apolinário Panguene, que falava à margem do XIX Conselho Consultivo da instituição, escusou-se a identificar as empresas, tendo-se limitado a dizer que uma é da China e outra da África do Sul, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

Antes do seu encerramento, a Mabor produzia pneus que, além de serem comercializados no mercado moçambicano, eram também exportados para a Europa e para países africanos.

A sessão do Conselho Consultivo do Igepe foi aberta pelo Ministro das Finanças, Manuel Chang, para quem a participação do Estado nas empresas é, neste momento, positiva, embora o relatório apresentado mostre uma redução em termos de receitas.

O Conselho Consultivo do Igepe reúne-se uma vez por ano e é constituído por membros do Conselho de Administração da instituição, membros do Conselho Fiscal e delegados dos ministérios parceiros no processo de gestão das participações do Estado. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH