Mozal maior empresa de Moçambique em 2013

10 December 2014

A fundição de alumínio Mozal voltou este ano a posicionar-se como a maior empresa de Moçambique, posição que ocupa há mais de uma década, de acordo com a lista das 100 Maiores Empresas de Moçambique da sociedade de auditoria KPMG Moçambique.

Tendo por base os resultados de 2013, o estudo da KPMG Moçambique indica que a Mozal facturou 32,3 mil milhões de meticais (997 milhões de dólares), uma quebra de 6,8% relativamente a 2012, sendo o segundo lugar da lista ocupado de novo pela Petróleos de Moçambique (Petromoc), que registou uma facturação de 18,8 mil milhões de meticais.

Ainda de acordo com o relatório, a Electricidade de Moçambique (EdM) passou do sétimo lugar, na edição passada, para o quarto na presente, a Cervejas de Moçambique desceu do quarto para o quinto lugar e a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) manteve-se no sexto lugar.

A HCB, Mozal, Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e EdM lideram as 10 maiores empresas em termos de capitais próprios, enquanto o banco Millennium bim e a Sasol Petroleum Temane ocupam os lugares cimeiros, em resultados líquidos.

No exercício de 2013 a facturação do conjunto das 100 maiores empresas atingiu 281,5 mil milhões de meticais (8668 milhões de dólares), representando um crescimento de cerca de 18,80% em relação a 2012.

O ministro da Indústria e Comércio, Armando Inroga, disse na ocasião que o estudo traz ao mercado um instrumento de análise comparativa da produção nacional e, sobretudo, dos fluxos da actividade económica entre os vários sectores. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH