Angola proíbe importação de cimento em 2015

16 December 2014

O governo de Angola proibiu a importação de cimento em 2015 mas estabeleceu uma quota de 150 mil toneladas para cada uma das províncias limítrofes de Cabinda, Cunene e Cuando Cubango, anunciou segunda-feira em Luanda o ministro da Construção.

O ministro Waldemar Pires Alexandre salientou, no final da reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros, que a decisão decorre do facto de o actual quadro da oferta e procura e cimento em Angola estar actualmente invertido relativamente ao passado.

“Devido aos investimentos realizados por diversas empresas, a capacidade instalada de produção de cimento em Angola é de 8 milhões de toneladas quando a procura ronda 6,5 milhões de toneladas”, disse o ministro, que salientou ser a quota para aquelas províncias “a título excepcional.”

A Proposta de Decreto Executivo Conjunto que aprova quotas de importação de cimento para o ano de 2015 surge na sequência do trabalho da Comissão do Sector do Cimento que, coordenada pelo Ministério da Construção, integra ainda os Ministérios do Comércio, Indústria e da Economia. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH