Angola espera receber 6 milhões de turistas até 2020

16 December 2014

O Plano Director de Desenvolvimento Turístico do Pólo da Bacia de Okavango vai funcionar como um complemento ao Plano Director de Turismo do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2012/2017, disse o ministro da Hotelaria e Turismo de Angola.

Pedro Mutindi disse no passado fim-de-semana em Dirico, município da província do Cuando Cubango, que o Plano de Desenvolvimento do Turismo deverá fazer com que Angola esteja a acolher até 2020 cerca de 6 milhões de turistas por ano e permitirá a criação de um milhão de postos de trabalho directos e indirectos.

O ministro, que se deslocou àquele município a fim de ser informado das acções que estão a ser desenvolvidas na execução do Projecto de Conservação Transfronteiriço Okavango Zambeze, destacou o esforço do governo central na construção de aeroportos, estradas, instalação de sistemas de água e energia eléctrica e, sobretudo, na abertura para receber investimentos do sector privado.

O Pólo da Bacia do Okavango é um dos pólos de desenvolvimento turístico definidos a nível nacional pelo Plano Director de Turismo, sendo-lhe reconhecida a aptidão para o Turismo de Natureza.

Foi criado por um decreto de Março de 2011, localiza-se no município do Dirico, na zona sul daquela província, e abrange uma área de 11 972 hectares na confluência dos rios Cuito e Cubango. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH