Banco de Moçambique mantém inalteradas taxas de juro de referência

16 December 2014

O Banco de Moçambique decidiu manter inalteradas as taxas de juro de referência do mercado, ficando a da facilidade permanente de cedência de liquidez em 7,5% e a de absorção de liquidez em 1,50%, informou a instituição em comunicado.

A Comissão de Política Monetária do banco manteve ainda o coeficiente de reservas obrigatórias em 8% e decidiu intervir no mercado interbancário a fim de garantir que a massa monetária em circulação não ultrapasse 55 299 milhões de meticais no final de Dezembro corrente.

A manutenção das taxas directoras é uma indicação de que não haverá grandes alterações no custo do crédito junto da banca comercial, que se vai mantendo elevando, não obstante os insistentes apelos do Banco de Moçambique no sentido da sua redução.

De acordo com o comunicado divulgado, dados provisórios reportados a Outubro de 2014 mostram que as taxas de juro médias praticadas pelos bancos comerciais nas operações de empréstimos à sua clientela, bem como sobre os depósitos, não sofreram alterações significativas comparativamente aos níveis observados no mês anterior, ao fixarem-se em 20,68% e 9,47%, resultando em aumentos anuais de 22 pontos base e 18 pontos base, respectivamente.

Ao analisar o comportamento da economia de Moçambique, aquela comissão considerou positivo o desempenho dos principais indicadores macroeconómicos, com destaque para a inflação, cuja trajectória se mantém consistente com os objectivos estabelecidos para 2014 e as suas projecções alinhadas com a tendência prevista para o médio e longo prazos. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH