Importações de Angola com quebra em tonelagem no 3º trimestre de 2014

5 January 2015

As importações efectuadas no terceiro trimestre de 2014 registaram uma queda de 2,98% em termos de tonelagem para 2,84 milhões de toneladas, informou o Conselho Nacional de Carregadores (CNC) em comunicado divulgado em Luanda.

O produto mais importado continuou a ser o cimento, apesar de ter registado uma queda de 46,01%, mantendo a tendência que se verifica desde o início do ano com uma redução equivalente a 274,79 mil toneladas.

No sector alimentar, o destaque vai para o aumento de 17,76% das importações de açúcar e de 35,87% na entrada de carnes e miudezas de aves (incluindo frangos), ocupando estes dois produtos o segundo e o terceiro lugares da lista.

Citado pelo Jornal de Angola, o comunicado informa ainda que a importação de cerveja aumentou duas vezes e meia, ao passo que a dos vinhos estagnou e a de água mineral caiu 7,70%.

Entre os 20 produtos mais importados durante o terceiro trimestre do ano passado, metade pertence ao sector de alimentos e bebidas.

Entre os maiores importadores, destaca-se a empresa Cimenfort Industrial, que aumentou em quatro vezes e meia as suas importações e chegou ao topo da lista.

A queda mais expressiva registou-se com a Chinangol, que já ocupou os lugares cimeiros, mas que desta vez surge na 22ª posição, após registar uma redução de 87,53%.

A China continuou a ser o principal fornecedor dos produtos importados por Angola, tendo sido responsável por 44,17% do total de mercadorias chegadas a Angola e registadas pelo CNC.

As exportações de Portugal para Angola aumentaram 5,99%, ao passo que as do Brasil cresceram 26,17%.

Entre os dez principais parceiros comerciais, destaque vai para a ascensão da Coreia do Sul, que duplicou as exportações para Angola, ultrapassando a África do Sul, que foi sexto da lista. (Macauhub/AO/CN/BR/PT)

MACAUHUB FRENCH