Défice comercial de Macau agrava-se 12% de Janeiro a Novembro de 2014

5 January 2015

O défice comercial de Macau registou um agravamento de 12% no período de Janeiro a Novembro de 2014 ao ter-se situado em 72,14 mil milhões de patacas (9 mil milhões de dólares), informaram os Serviços de Estatística e Censos.

O défice ficou a dever-se ao facto de as exportações terem-se situado nos 11 primeiros meses do ano transacto em 8,95 mil milhões de patacas, menos 11% em termos anuais e as importações terem atingido 81,10 mil milhões de patacas, um aumento homólogo de 11%.

Durante os onze primeiros meses de 2014, importaram-se 26,70 mil milhões e 19,87 mil milhões de patacas de mercadorias originárias da China continental e da União Europeia, respectivamente, ou seja, mais 12% e 18%, em termos anuais, respectivamente.

Refira-se que se importaram 50,81 mil milhões de patacas de bens de consumo, que subiram 10%, em termos anuais, designadamente, 10,57 mil milhões de patacas em alimentos e bebidas, 7,38 mil milhões de patacas em relógios de pulso, que aumentaram 22% e 33%, respectivamente.

No mês de Novembro o défice comercial do território atingiu 7,28 mil milhões de patacas, mais 11% em termos homólogos, em resultado de exportações no montante de 827 milhões de patacas (mais 11%) e importações de 8,11 mi milhões de patacas (mais 9%). (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH