Empresa chinesa Sinohydro entrega este semestre obras no Cuito Cuanavale, Angola

15 January 2015

Os trabalhos de construção da central térmica e do sistema de captação de água, na sede municipal do Cuito Cuanavale, ficam concluídos até final do primeiro semestre deste ano, garantiu o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

O ministro fez esta declaração no final de uma curta visita efectuada a estes dois empreendimentos em curso naquele município, a cargo da empresa chinesa de construção civil Sinohydro que começou as obras em Setembro do ano passado, estando as mesmas a decorrer a bom ritmo.

O sistema de captação e tratamento de água potável tem capacidade de bombear 300 metros cúbicos por hora e dois reservatórios de mil metros cúbicos cada, capazes de levar o líquido a um raio de sete quilómetros para beneficiar mais de cinco mil habitantes da sede do Cuito Cuanavale.

“Os trabalhos já atingiram cerca de 45% de execução e agora estão concentrados na conclusão da estação de captação que está a ser instalada nas margens do rio Cuito e de seguida a construção dos reservatórios de água, da rede de distribuição, razão pela qual nos sentimos bastante satisfeitos”, disse.

De acordo com a agência noticiosa Angop a mesma avaliação reflecte-se igualmente nas obras da central térmica, que é constituída por um grupo de cinco geradores de 1,5 megawatts cada, para mais de cinco mil consumidores, estando já concluídas as oficinas, armazéns e as bases para instalar as máquinas.

Em curso estão igualmente os trabalhos de montagem das linhas de transporte e distribuição de média e baixa tensão, assinalando-se a instalação de cem dos 320 postos para a iluminação pública do centro urbano e arredores do Cuito Cuanavale, numa extensão de 45 quilómetros.

O projecto da central térmica compreende ainda a instalação de cinco postos de transformação de 15, 250 e 630 KVA, um dispositivo de detecção de incêndios, protecção contra descargas atmosféricas e redes de esgotos pluviais e residuais.

O ministro disse ainda que os restantes municípios da província do Cuando Cubango vão beneficiar de uma rede de abastecimento de água, estando previsto que até 2017 sejam construídos 132 sistemas similares em todo o país. (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH