Timor-Leste negocia construção urgente de hotel em Oé-cusse Ambeno

15 January 2015

A Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-cusse Ambeno (Timor-Leste) está a negociar com uma empresa de Singapura a construção, com carácter de urgência, de um hotel naquele enclave timorense, afirmou quarta-feira o presidente daquela Autoridade.

Mari Alkatiri disse à agência noticiosa portuguesa Lusa que em negociação está a construção, com carácter de urgência, de um hotel com 50 quartos e seis suites que tem de estar pronto até Outubro, para ser de imediato utilizado durante as celebrações dos 500 anos da chegada dos portugueses a Timor-Leste.

O cariz “urgente” da obra levou, disse, a que se tenha chegado a um ajuste directo com a empresa Timor Capital Partners Asia Pte (TCP), com sede em Singapura, que terá, porém, apresentado um valor demasiado elevado para o projecto.

Alkatiri frisou que o valor do projecto não pode exceder 12,5 milhões de dólares – para a obra – e que o equipamento do hotel e a sua gestão serão alvo de outros concursos da autoridade que gere a Zona Especial Economia Social de Mercado (ZEESM) de Oecusse.

O projecto da ZEESM representa um investimento de 4,11 mil milhões de dólares até 2025, dos quais 2,44 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos.

Cerca de 67% (2,75 mil milhões de dólares) desse valor é garantido por investimento público, sendo o valor restante – 1,36 mil milhões de dólares – angariado no sector privado. (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH