Portugal inicia pagamento antecipado de empréstimo concedido pelo FMI

23 January 2015

Portugal vai dar início ao pagamento antecipado do empréstimo contraído junto do Fundo Monetário Internacional durante o resgate financeiro do país, anunciou quarta-feira no parlamento a ministra das Finanças.

Maria Luís Albuquerque, ao ser ouvida na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, disse que o Estado acumulou “um montante de reservas de liquidez muito significativo” que permite “enfrentar com muita tranquilidade” eventuais dificuldades futuras.

Por isso, e tendo em conta aquilo que Maria Luís Albuquerque disse ser uma “situação de normalização do acesso ao mercado”, Portugal “está em condições e vai iniciar os procedimentos necessários para o reembolso antecipado ao FMI.”

De acordo com o calendário de amortizações de dívida directa do Estado da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, Portugal começa a reembolsar o montante emprestado pelo FMI em 2015, estando prevista a amortização de 500 milhões de euros do apoio no montante de 26,91 mil milhões de euros concedido pelo Fundo.

Este anúncio permitiu que Portugal tenha emitido dívida de curto prazo em que as taxas de juros pedidas pelos credores tenham batido mínimos históricos.

Dados oficiais indicam que o Estado pagou 0,108% para colocar 300 milhões de euros a seis meses e 0,22% para se financiar em 940 milhões de euros através de Bilhetes do Tesouro a 12 meses. (Macauhub/PT)

MACAUHUB FRENCH