Guiné-Bissau encomenda três navios de passageiros e carga

29 January 2015

O governo da Guiné-Bissau deu início ao processo para a compra de três novos navios para ligar o arquipélago dos Bijagós à parte continental do país, anunciou quarta-feira em Bissau o chefe do gabinete do secretário de Estado dos Transportes e Comunicações.

Cesário Ferreira disse que cinco empresas estrangeiras manifestaram vontade em apresentar propostas, mas adiantou que apenas três se encontram em Bissau para participar na chamada “conferência de investidores” para apresentar as características dos navios que comercializam.

Presentes em Bissau, de acordo com a agência noticiosa Lusa, estão a portuguesa Atlantic Eagle Shipbulding (concessionária dos Estaleiros Navais do Mondego, na Figueira da Foz), uma empresa dos Países Baixos e outra de Espanha.

Cesário Ferreira disse que as empresas irão mostrar as características dos navios que podem oferecer, tempo de fabrico, condições de entrega, entre outros aspectos, para depois serem seleccionadas para uma lista restrita que será aceite a concurso.

Actualmente, as ilhas da Guiné-Bissau estão ligadas ao território continental apenas com pirogas, uma situação que o governo pretende mudar, colocando no activo navios que possam garantir segurança aos passageiros.

A Guiné-Bissau conta com mais de 80 ilhas, embora apenas cerca de dezena e meia seja habitada e várias zonas do país para as quais apenas se pode viajar de embarcação. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH