Governo de Angola suspende construção de estradas devido à redução do preço do petróleo

2 February 2015

A construção de novas estradas e de equipamentos da área social previstos para este ano em Angola está suspensa, devido à crise financeira que o país atravessa com a quebra das receitas petrolíferas, anunciou em Luanda o ministro da Construção.

Num encontro com empreiteiros nacionais e estrangeiros para abordar a situação, o ministro Waldemar Pires Alexandre disse ter o governo definido como prioritários para 2015 os projectos financiados pela iniciativa privada.

“As nossas prioridades vão incidir concretamente nos projectos financiados com recursos assegurados”, disse o governante, recordando que o Presidente da República advertiu, no seu discurso de fim de ano, que alguns projectos seriam adiados.

O titular da pasta da Construção sublinhou que os projectos de construção de estradas e de construção de equipamentos sociais, que não identificou quais, fazem parte das restrições.

Em Outubro do ano passado, o chefe de Estado angolano anunciou que a quebra nas receitas petrolíferas da exportação do petróleo levaria ao adiamento da meta de construção de 63 mil salas de aulas, inicialmente apontada para três anos.

Waldemar Pires Alexandre sublinhou que, na hierarquia de prioridades, os projectos da área social mantêm-se à frente da lista. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH